6ª Temporada


The Beginning - Drive - Triangle - Dreamland I/II - How The Ghosts Stole Christmas - Rain King - Terms of Endeament - Monday - One Son - Two fathers - SR 819 - Tithonus - Arcadia - Agua Mala - Alpha - Trevor - Milagro - The unnatural - Field trip - Biogenesis

 

6X01 O princípio (The beginning)

Como todo shipper, esperei ansiosamente por esse episódio, visto o que aconteceu no filme (cena do corredor, mais especificamente). No entanto, qual não foi minha surpresa ao perceber que não foi tão shipper assim (quer dizer, pelo menos não em nosso favor).

Primeiramente, Mulder estava totalmente diferente do visto no filme. Tanto que decidiu seguir Diana Fowley à Usina Nuclear. Sei que Gibson Praise precisava de cuidados médicos, mas pareceu uma traição à Scully (acho que ela também se sentiu traída!). Outra diferença crucial de "personalidade" do Mulder é a hora em que fala a Scully:

"Pelo menos ela não sai por aí negando tudo só porque não consegue provar...." O olhar da Scully nessa hora foi realmente triste e de desapontamento, ela estava arrasada com aquela afirmação, tanto que disse:

"... É uma questão de confiança. Estou pedindo para você confiar no meu critério. Para confiar em mim."

Já o olhar do Mulder, em princípio pareceu triste, mas logo depois indiferente. Quer dizer, assim que Scully mostra os testes de DNA feitos em Gibson e todo o resultado desses testes, ele logo se entusiasma e esquece que a magoou profundamente.

Scully também não sai ilesa. No fim do filme, ela acredita que algo muito estranho aconteceu a ela, o que nos levou a pensar que nesta temporada ela ficaria menos céptica. De fato isso não aconteceu neste episódio. A cena ocorre quando Mulder e Scully estão saindo da casa onde Mulder suspeita ser o lugar onde o alien nasceu. Do lado de fora, ela se recusa a mudar sua opinião sobre a existência de Ets, a não ser que seja comprovado cientificamente.

Um detalhe que não é muito shipper, mas que vale a pena perguntar: e como ficou o Gibson Praise???

 

6X02 Dirija (Drive)

Típico episódio de Arquivo X: Mulder e Scully trabalhando juntos.

 

6X03 Triângulo (Triangle)

Demais!!! Simplesmente demais!!! Este episódio realmente superou as expectativas shippers (pelo menos as minhas)!!!

Tá certo que achei a Scully exageradamente preocupada!!! Quer dizer, o Mulder já esteve em situações piores e ela não ficou tão preocupada assim.... (acho que muitos vão discordar dessa minha opinião.... Podem escrever discordando)

Enfim, a cena toda da Scully procurando a localização do navio é muito boa. A cena prova mais uma vez que a Gillian Anderson é uma ótima atriz!

Falando realmente shipper agora... Quando Mulder estava com a Scully do passado, por exemplo. Ele contou a história para ela e claro que ela acreditou, ainda mais depois daquele SUPER BEIJO!!! Realmente o beijo foi de tirar o nosso fôlego!!! Foi ótimo!!! Bem que poderia ter sido com a Scully verdadeira, mas valeu. Principalmente por que mais uma vez o Mulder se declarou para a Scully. Alguns podem não concordar, mas é claro que eles se amam. O Mulder querer beijar a Scully (do passado) ali, caso eles não se encontrassem de novo, provou essa teoria.

Mas o fim do episódio foi melhor ainda.

Mulder: "Eu te amo."
Scully: "Ai, meu Deus!"

"Ai, meu Deus!", digo eu!!! Aposto que todos os shippers do mundo quase morreram ao ver essa cena. Devido ao ceticismo de Scully, é óbvio que ela não iria acreditar e iria dizer que Mulder estava delirando. Mas valeu. O Mulder disse com todas as letras como se sente em relação à Scully. Agora falta só ela dizer...

 

6X04 Terra dos sonhos I (Dreamland I) & 6X05 Terra dos sonhos II (Dreamland II)

Este episódio duplo foi bom, muito engraçado!!! O problema que, creio eu, todo mundo percebeu foi o fato da Scully não perceber de imediato que aquele não era o Mulder apesar da aparência. Mas ainda bem que ela percebeu logo e partiu para uma possível solução.

O episódio teve seus momentos tristes também, como por exemplo quando a Scully diz ao Mulder que ele pode não voltar ao seu corpo:

Scully: "Eu beijaria você se não fosse tão feio."
Ela se afasta.
Mulder: "Scully!"

Ele entrega a ela um pouco das suas sementes de girassol, um sinal de que ele não queria ser esquecido por ela (como se isso fosse possível!!!) e de que ele realmente se importava com ela. Essa cena realmente me emocionou...

Dois problemas importantes desse episódio foi o fato do Mulder não ir à luta para descobrir uma solução para o seu caso imediatamente e de que ele não aproveitou sua "nova aparência" para desvendar alguns fatos sobre toda a conspiração do governo. Acho que faltou isso.

 

6X06 Como os fantasmas estragaram o Natal (How the ghosts stole christmas)

Este também foi um episódio bastante interessante no que se refere a um possível relacionamento. Enquanto Mulder chama Scully para "investigar" a casa assombrada para que ele não se sinta sozinho no Natal, Scully aceita se encontrar com Mulder, mesmo tendo uma festa de família para ir.

Enfim, ambos não conseguem se desgrudar (principalmente o Mulder), como já foi provado em episódios como Chinga, Squeeze e outros. Gostei também dos presentes no fim do episódio. Mesmo tendo combinado não trocar presentes, ambos trocaram...

O ponto fraco deste episódio foi o desmaio da Scully. Ela já viu tanta coisa e "só" por causa de um fantasminha ela cai pra trás. Simplesmente não colou pra mim.

 

6X07 Rei da chuva (Rain King)

Esse episódio realmente diz muita coisa sobre o sentimento dos nossos dois agentes especiais. Para começar, devemos levar em consideração o fato de a Scully ter ido até aquela cidade para acompanhar o Mulder. Mesmo não acreditando nas coisas de imediato, ela sempre segue seu parceiro. A história começa a esquentar quando Scully liga para Mulder para que eles possam ir embora (mas acabam não indo por causa da neblina) e Mulder diz que está com o Holman:

Mulder: "Estou dando conselhos ao Holman."
Scully: "Que tipo de conselhos?"
Mulder: "Conselhos de namoro."
Depois de um tempo em silêncio.
Mulder: "Scully?"
Scully: "Mulder, há quanto tempo você não namora?"
Mulder: "Eu ligo pra você depois."
Depois de desligar o telefone.
Scully: "O cego guiando o cego."

Bem que ela poderia dar uma ajuda ao Mulder a respeito de namoro, não é?

Enfim, eles então vão atrás da Scheila para que Holman se declare a ela. Chegando lá, a moça beija Mulder bem na hora que Scully e Holman chegam ao recinto. A cara do Mulder é demais! Ele fica totalmente sem graça e com uma cara de quem foi pego no ato traindo seu companheiro! Foi ótimo! A Scully também ficou meio sem graça e acho que com um pouco de ciúmes. (Sorte da Scheila que deu um beijinho no Mulder!)

Ah!, ainda tem a parte onde o Holman pergunta ao Mulder se ele e a Scully estão juntos. O Mulder responde que não e então Holman diz uma coisa muito interessante:

Holman: "Puxa, pelo jeito como vocês se olham pensei que vocês estivessem juntos." Depois então, quando Holman pergunta a Mulder como ele irá falar com Scheila, Mulder diz: "Eu não olho nos olhos da Scully?" Ai, ai!!! Isso realmente me matou!!! Ou seja, como ele está apaixonado pela Scully, ele olha nos olhos dela quando vai falar alguma coisa!!!

Bem, essa foi a parte do Mulder, agora vem a da Scully.
Quando ela está no banheiro com a Scheila, ela diz:

"Chega um momento em que você olha para o seu amigo de tanto tempo e ele é a única pessoa com quem você se imagina junto." Essa foi de matar também, outra declaração.

Enfim, chega o final da história e quando Holman e Scheila já estão juntos, eles dizem para Mulder e Scully:
"Vocês deviam tentar isso qualquer dia."

Pra variar eles fingem que nem ouviram e continuam no salão, balançando-se ao som de "Somewhere over the Rainbow."

 

6X08 (Terms of Endearment)

Típico episódio de Arquivo X. Sempre bom ver os dois trabalhando juntos para solucionar um caso. Especialmente quando eles não foram os designados para resolvê-lo e sabendo que a Scully, mesmo assim, continua ao lado do Mulder.

 

6X09 Segunda-feira (Monday)

Episódio também sem muito quê nem porquê. Valeu pelas cenas em que o Mulder leva o tiro. É sempre bom ver um dos dois tomando conta do outro.

 

6X10 Um filho (One Son) e 6X11 Dois pais (Two fathers)

Uma coisa que notei hoje nesse episódio foi o Mulder olhando e tentando se mostrar para a Scully quando ele estava jogando basquete. Dá pra ver claramente que ele a olha dos pés à cabeça e lança a bola todo cheio de si... Gostei!!!

Esse episódio foi totalmente mitológico, mas obviamente com suas partes shippers!!! Vamos ao que interessa... Eu fiquei irada com a atitude do Mulder em relação à Diana Fowley. Como ele pode acreditar nela e não na Scully??? Mesmo depois de algumas provas que ela reuniu com os Pistoleiros Solitários. Sem falar naquele beijo RIDÍCULO que a DF deu nele. Quase morri nessa hora!!! Voltando aos Lone Gun Men, quando Mulder está lá e ele diz algo sobre a Scully não gostar da DF de uma maneira pessoal, ela diz que é pessoal. É óbvio que sim. Mas ele mesmo assim não acredita! (É uma anta mesmo...)

Em compensação... Mulder foi com Scully atrás de Cassandra e não seguiu DF até o local onde os aliens iriam aparecer... Ou seja, mais uma vez ele perdeu a chance de vê-los. Gostei de ele ter ido com Scully. Gostei também de ela tê-lo chamado mesmo estando chateada com ele.

E quando eles estão naquele lugar de descontaminação (não lembro o nome agora!), o Mulder ainda assim não acredita em Scully, mas na Diana. Dava pra ver a raiva da Scully e nós a entendíamos perfeitamente numa hora daquelas, não? Vem cá, o que aconteceu com a Scully nesse lugar de descontaminação? Apareceu o Mulder. Estava até com os sapatos pequenos, mas ela não... Weird! There's got to be a reasonable explanation for all this. hehehehehe

Acho que é só isso de shipper mesmo!!! Se você lembrar de algo mais, me avise!!!

 

6X12 SR 819 (SR 819)

Típico episódio. Não gostei muito particularmente. Sei lá, acho que não me acrescentou muito...

 

6X13 Tithonus (Tithonus)

Adoro ver o Mulder sentindo a falta de Scully. Este episódio foi ótimo nesse sentido. Além do mais, mesmo sem estar trabalhando com ela, ele a ajuda na investigação.

Foi linda também a cena em que ele chega no hospital e somente olha para o Ritter. Aquele olhar disse tudo!!!

Enfim, o final foi ótimo!!! Os dois conversando e com olhares de quem finalmente está "em casa" depois de algum tempo fora. Lindo!!! Sem falar que Mulder chega e vai logo pegando na mão dela. Então ficam se alisando. É ótimo!!!

 

6X14 Arcadia (Arcadia)

Este foi demais!!! Adorei!!!! Os dois fingindo que eram casados foi incrível. A cena do quarto, quando os dois estão conversando e a Scully aparece de máscara verde foi demais, principalmente quando o Mulder chama Scully para deitar ao lado dele (por que ela não foi???)... Outros momentos bons foram quando eles estavam na casa do Gogolak e estavam abraçadinhos e quando Mulder queria abraçar a Scully o tempo todo!!! O Mulder vive dando indiretas a respeito do que sente pela Scully, mas ela nunca dá bola. Neste episódio, foram inúmeras as cenas onde Mulder a abraça ou pega em sua mão, mas ela sempre larga, "fingindo" que não quer nada ou então é por medo que alguma coisa aconteça. (Tudo bem, essa última parte eu inventei, mas bem que poderia ser essa a explicação, não acham???)

Este episódio também foi muito engraçado. Imaginem vocês que o Mulder efetivamente pensou em fazer xixi na caixa de suco!!!

 

6X15 Agua Mala (Agua Mala)

Mais um episódio em que Scully acredita em Mulder e o segue em suas investigações malucas.

Valeu pelo comentário de Arthur Dales quando ele diz que se tivesse uma parceira como Scully quando estava no FBI, jamais se aposentaria.

 

6X16 Alpha (Alpha)

Esse episódio ganhou a minha audiência simplesmente porque mostrou a Scully tendo ciúmes e o Mulder praticamente, mesmo que inconscientemente, provocando-o.

 

6X17 Trevor (Trevor)

Outro típico episódio. Mas foi engraçado quando o Mulder diz: "Querido diário, hoje meu coração parou quando a agente Scully sugeriu combustão espontânea." Adoro as piadinhas do Mulder.

 

6X18 Milagro (Milagro)

Pra mim, esse episódio, num primeiro momento, não foi como esperava que fosse. No entanto, após assisti-lo algumas vezes mais, percebi toda a força e paixão dele (ai, que drama!). Enfim, vamos ver por onde começar.

Bem, a Scully realmente se sentiu muito lisonjeada pelo fato de ser tão admirada por alguém. De acordo com os anos anteriores (Emily, Christmas Carol) ela nunca teve algum relacionamento sério de longo tempo com alguém, portanto, mais do que natural que ela se sentisse dessa maneira. Também acredito fielmente que ela teria dormido com Padgett se Mulder não tivesse aparecido em seu apartamento. Também não a culpo por isso (por favor, não me matem por causa disso), afinal, Mulder nunca fez nenhum "movimento" para se aproximar dela. E após seis anos de castidade (quer dizer, teve lá o Ed Jerse em Nunca Mais - Never Again, mas ele não conta, foi só uma vez e não deu pra satisfazer tantos anos de luto) ela precisava de algo mais. Algo romântico. Coisa que ela acredita, acredito eu, não vai encontrar com Mulder tão cedo.

Enfim, gostei porque aqui houve uma mudança no contexto, Mulder veio com a explicação racional e Scully com a intuitiva, acreditando que, à medida que Padgett escrevia, o livro ganhava vida própria e tudo acontecia. Gosto quando há essa inversão de papéis.

Claro que uma das partes mais emocionantes do episódio foi quando:

Padgett: "Também cometi um engano."
Mulder: "E o que foi, Senhor Padgett?"
Padgett: "No meu livro eu escrevi que a agente Scully se apaixona. Mas isso é obviamente impossível, a agente Scully já está apaixonada."

Claro que ele poderia ter dito em alto e bom som o nome do indivíduo dono do coração de Scully, mas isso a gente já sabe... Hehehehehe

O final também disse tudo. Achei ótimo como os dois se sentem tão à vontade um com o outro. Scully sem sapatos, etc... Enfim, Mulder segue Padgett até o subsolo do seu prédio deixando Scully sozinha calçando os sapatos. Ao ouvir tiros, ele volta e a encontra  ensangüentada, deitada no chão do apartamento. Ele fica olhando-a, o que achei absurdo, ô, cara, liga 911!!! Voltando, ela acorda assustada e o abraça como nunca a vimos abraçá-lo antes. Ela chora muito também. Na verdade, até demais... Tô brincando... Acho que a vontade dela ali era a de dizer tudo o que sentia para ele, por causa do que acabara de passar, quase morrer...

 

6X19 The unnatural (O anti-natural)

Tenho certeza que o DD fez esse episódio para matar todos os shippers do mundo!!! Como é que o cara pode ser tão cruel assim???

Bem, o começo mostra nossos dois agentes (que pretenção!) divertidamente descontraídos. Mulder chega a roubar o "quase sorvete" da Scully!!! Mostra também a lealdade de Scully com seu parceiro... Ela sai de casa em pleno sábado para roubar jornais da biblioteca do FBI... Isso é amor ou o quê???

O meio é todo aquele blá blá blá... Pularemos direto para LE FINALE!!!

Achei lindo o recado que o Mulder deixou para Scully, mesmo não tendo ouvido, sabemos o que foi... Chamando a si próprio de Fox Mantle e dizendo a ela que era um presente de aniversário... Claro que ela foi até o campo de baseball!!! Já sabemos a essa altura do campeonato (calma, não é campeonato de baseball) que Scully está apaixonada pelo Mulder. Anyway, embora ela ache uma tremenda perda de tempo bater numa bola de couro de cavalo com um taco de madeira, ela vai até lá para aprender a jogar.. Tudo bem, quem não iria???

Aí é que começa a CENA!!! Eles dois abraçadinhos, mãos no quadril (claro! Só estava ensinando a se movimentar... É e eu sou uma famosa artista de cinema...), reboladas antes de bater na bola...

Ah!!!! Uma coisa que achei engraçada, mas não sei se vocês têm uma mente poluída que nem a minha, mas o que o Mulder quis dizer com: "É um belo pedaço de madeira, huh???"

Pela cara dela, ela tem a mente poluída... Taí, eu e a Scully (e metade do mundo) temos a mente poluída...

Gostei dele comentando sobre como ela foi escolher um parceiro como ele. Como ela havia largado uma promissora carreira como médica para perseguir homenzinhos verdes com ele, etc, etc, etc... O que importa é a distância ENORME (pra não dizer o contrário) em que eles estavam um do outro...

P.S. Gostaria muito de saber como terminou o jogo...

 

6X20 A viagem (Field trip)

Esse episódio foi o meu preferido de toda a temporada, falando de uma maneira não shipper!!! Foi bem confuso, mas ao mesmo tempo bem real. Adorei o que os roteiristas fizeram ao colocar Mulder não acreditando que Scully fosse acreditar tão facilmente a existência de vida extraterrestre. Também gostei porque foi ela quem descobriu o que estava acontecendo com eles.

Claro que não podia faltar uma parte shipper, quer dizer, na verdade duas partes shippers. Primeiro: eles são tão ligados um ao outro que têm alucinações conjuntas. Segundo: não precisam nem olhar para o rosto um do outro, Scully já sabia que ao estender o braço encontraria a mão de Mulder esperando pela dela.

 

6X21 Biogenesis (Biogenesis)

Adoro ver a Scully tomando conta do Mulder. Vendo se ele tem alguma coisa na cabeça ou sei lá o quê. Achei interessante que ela, de certa forma, quer dizer, na sua forma particular, acreditou que ele podia saber das coisas... Tanto que foi até o apartamento do professor da universidade e achou o corpo do professor africano lá... O que não colou pra mim foi ela ter acreditado que ele iria pra casa... Como é que depois de seis anos juntos ela acredita que ele vai pra casa com tanta coisa rolando???

Bem, a parte que mais me impressionou foi o final quando ela percebe que Skinner e Fowley estão mentindo sobre Mulder. Mas antes disso, a parte romântica do episódio é quando ela chega no hospital (super-preocupada) e o vê naquelas condições e diz que não tem problema que ela vá até seu "quarto". Uma outra parte romântica é que o Mulder sente/sabe que Scully está ali e a chama... Ótimo!!!

Voltando ao fim, ela percebe que Skinner e Fowley estão mentindo por dois motivos bem claros. O primeiro, referente a Skinner, é a de que ele bisbilhotou seus arquivos e sabia de coisas que ela ainda não tinha lhe enviado... O segundo, referente a Diana Fowley, é a de que Mulder tinha supostamente lhe chamado porque pensou que Scully não acreditaria nele... Ela, e todos nós, sabemos que mesmo não acreditando ela nunca iria abandoná-lo!!!