5ª Temporada


Unusual Suspects - Redux - Redux II - Detour - Christmas Carol - Post-Modern Prometheus - Emily - Kitsunegari - Schizogeny - Chinga - Kill Switch - Bad Blood - Patient X - The Red and the Black - Travelers - Mind's Eye - All Souls - The Pine Bluff Variant - Folie a Deux - The End

 

Unusual Suspects

 

Redux e Redux II
Ontem eu estava revendo esses episódios, assim como a primeira parte desta trilogia: Gethsemane, e mais uma vez percebi o quanto Mulder e Scully estão ligados um ao outro. Ela começa mentindo sobre a suposta morte do Mulder. Coisa que não faria por mais ninguém.

Ela então fica doente e é aí que começa. Mulder, ao saber que Scully está no hospital, vai até lá não se importando se alguém irá vê-lo ou não. O que importa é que ele viu Scully. E a hora em que ele chega no hospital e a vê é de matar. Ele até se abaixa de tanta tristeza! ;(

Mulder ainda vai ao hospital três vezes mais. Numa de suas visitas ele pergunta como ela está e ela pede que ele coloque a culpa nela, a culpa do assassinato do Ostelhoff. Mas ele diz que não. É então que ele conhece o chatésimo irmão da Scully, Bill Scully. O que eu acho engraçado é que o Mulder foi todo bonzinho falar com o Bill e ele já veio todo bruto. Mal ele sabia que tudo o que Mulder estava fazendo naqueles dias era somente procurar por uma cura para o câncer da Scully.

Depois, Mulder aparece à noite no quarto da Scully e chora. Essa cena é de despedaçar qualquer coração. É muito bonita e mostra que Mulder não queria parecer fraco chorando na frente dela. Ao invés disso, ele chora enquanto ela está dormindo. Tudo pela culpa que está sentindo ao saber que Scully está doente por causa dele, que os homens colocaram a doença nela para fazê-lo acreditar.

No dia seguinte, Mulder volta ao hospital e mais uma vez Scully pede que ele a culpe pelo assassinato, ele fala então: "To live the lie, you have to believe it." (Para viver uma mentira, você tem que acreditar nela.) Sabe o que eu acho super interessante? É que quando ele fala pra ela, "não importa, eu não vou mais aceitar o acordo." (Com o Canceroso), ela não pergunta mais nada. Simplesmente confia nele. Ali, ainda no hospital, ele diz que não vai acusar Skinner como sendo o "homem no FBI" e Scully diz que ele é um traidor. Mas Mulder diz que não e ela pergunta:

Scully: "Se você já tem certeza, por que veio até aqui?"
Mulder: "Porque se estivesse errado, você me faria mudar de idéia."

Ele dá o sorriso mais alegre que já vi e o Padre McCue chega. Depois de todo o "papo" no FBI, Mulder aparece sentado do lado de fora do hospital quando Skinner chega e Mulder lhe conta que o câncer da Scully está diminuindo. Skinner entra e Mulder chora do lado de fora. Creio que aliviado por não perder sua parceira!!!

Outras considerações: é incrível como a essa altura do campeonato Mulder chega no quarto do hospital e beija logo Scully na bochecha, nas mãos. Lembra como foi quando ela foi abduzida? Ele praticamente nem falou com ela direito. Imagina chegar dando beijinho! E enquanto fala com ela, fica o tempo todo segurando suas mãos. Até quando os familiares dela chegam, ele dá um beijo em sua mão e sai. Antes ele nunca faria isso.

Bom, esse episódio, acredito eu, marca o início mais profundo ainda do relacionamento dos dois. Memento Mori, Lembranças Finais, da quarta temporada, foi ótimo também, mas foi somente aqui que Mulder realmente percebeu que podia (e ia) perder Scully.

Ah! Ponto para o Canceroso que, mesmo sendo o vilão da história, ajudou a salvar Scully deixando Mulder sair do prédio do Departamento de Defesa com a cura!!!

Outra coisa rapidinho: só achei que faltou abordarem a reação do Mulder quando soube que o câncer estava indo embora. Não mostraram nada... E ainda esse episódio mostrou todo o medo que a Scully estava sentindo de morrer. No início ela não demonstrava nada para ninguém, mas quando começou a ficar mais doente, chorou com sua mãe e inclusive chamou o Padre McCue.

 

Detour

 

Christmas Carol e Emily (não é continuação oficial, mas eXtra-oficial é sim...)

Olha, eu não lembrava que esses episódios foram tão emocionantes!!! Realmente a Gillian merecia um prêmio. Ela estava ótima!!!

O primeiro episódio, Christmas Carol o Mulder nem aparece direito. Mas nesse episódio vemos o quanto a Scully tem medo de demonstrar seus sentimentos para o Mulder. Ela chega a ligar pra ele, mas não consegue falar. É tão triste! Mas sabe o que achei estranho? Geralmente, quando eles recebem uma ligação anônima, como essa que ela fez a ele, eles ligam para o FBI e descobrem de onde veio a tal ligação. Mas aqui ele não fez. Fico indignada como eles simplesmente fingem que esquecem certos detalhes...

Enfim, no final ela descobre que a Emily é filha dela própria e não da Melissa.

No episódio Emily, ela finalmente pede a ajuda de Mulder. Ele a encontra no hospital com a Emily e faz até a cara do "cabeça de batata"!!! Tão bonitinho... :)

Eles conversam e a Scully sempre triste! Esses dois episódios são terrivelmente tristes. Pelo menos pra mim... Continuando, é aqui que a Scully descobre que todos os seus óvulos foram retirados durante sua abdução e o pior é que ela também descobre que o Mulder sabia e não contou pra ela.

Ela fica muito triste e ele diz que não esperava que aquilo acontecesse. Que Emily pudesse existir. Scully fica triste, mas entende Mulder (claro!)

Mulder vai até a clínica onde Emily era tratada e bate no médico!!! Adoro quando ele faz essas coisas pela Scully (lembram de Por Um Fio? Ele batendo no Canceroso?)... No final, Emily morre e deixa para Scully a correntinha que lá em Christmas Carol ela havia colocado no pescoço de Emily.

Ainda na igreja, Scully espera por Mulder. É como se ela precisasse dele para abrir o caixão de Emily e olhá-la uma última vez. Ele fica esperando por ela e lhe dá todo o tempo de que precisa.

Esse foi o segundo episódio que me mostrou como a Scully depende do Mulder. Totalmente. Ela praticamente não consegue fazer nada sem ele. Até que tenta, mas não consegue. Sem dúvida um dos melhores episódios que já assisti!!!

 

Post-Modern Prometheus

Kitsunegari

Schizogeny

Chinga

Kill Switch

Bad Blood

Patient X

The Red and the Black

Travelers

Mind's Eye

All Souls

The Pine Bluff Variant

Folie a Deux

The End